A pirataria na PSP é repugnante

null

O vice-presidente da SCEA, Peter Dille, veio dizer, ao site Gamasutra, que a pirataria na consola portátil da Sony é doentia e acredita que tal está a dar grandes prejuízos à companhia.

Estou convencido, e estamos convencidos, que a pirataria está-nos a retirar um grande número de vendas na PSP.

Tem sido um problema que a indústria terá de resolver em conjunto; é um assunto que a indústria leva muito a sério, mas precisamos de fazer alguma coisa para resolvê-lo, porque o que se está a passar é um crime.

Não é bom para nós, mas não é bom principalmente para as produtoras. Podemos ver os dados dos sites BitTorrent desde que Resistance: Retribution tem estado à venda e podemos verificar quantas cópias foram descarregadas ilegalmente, e isso é verdadeiramente repugnante.

Peter Dille

Dille disse ainda que cerca de 50 milhões de potenciais vendas de jogos para a consola foram por água abiaxo, e que as capacidades do hardware da PSP são um problema para o combate à pirataria.

Não sou ingénuo, mas penso que a maioria das pessoas são honestas. Nós aprendemos muito com o negócio da música, onde tornou-se fácil e comum descarregar músicas ilegalmente – toda a gente faz isso. É quase como se as pessoas perdessem a noção desse facto, dizendo para elas próprias que ‘Se toda a gente faz, não pode ser assim tão mau.

Mas na verdade é mau; é mau para a plataforma. Mais uma vez relembro, que não estou a dizer que isto é uma varinha mágica; Penso que temos que ter a certeza, de uma perspectiva tecnológica, que fazer isso não é tão fácil como parece.

Dille diz que é objectivo da Sony promover as vendas da PSP com o lançamento de uma série de jogos, durante este ano, de entre os quais estão Assassin´s Creed, MotorStorm e LittleBigPlanet. O apoio a esta consola nem sempre foi constante e ele admite que as produtoras third party estiveram perto de desistir do apoio à PSP.

Contudo a PSP e a DS vão passar por alguma pressão durante este ano, devido ao seu novo concorrente, o iPhone. Trip Hawkins, fundador da EA, já afirmou que tanto a Sony como a Nintendo têm andado assustadas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

CommentLuv badge