God of War 3 – Estará assim tão bom?

Depois do lançamento do trailer de GOW 3 que mostrava sequências de vídeo totalmente “in-game”, todo o mundo entrou em frenesim. Uns pensavam “Está brilhante!”, outros “Podia estar bem melhor…”. Mas afinal em que ficamos?

A fama da série God of War nas outras consolas da Sony leva-nos  a pensar que GOW 3 tem de ser épico, brutal e magnífico do ponto de vista técnico. Sempre foi conhecido por elevar a fasquia a nível gráfico na consola em que sai, o que se passou claramente com a PS2 e a PSP.

Image and video hosting by TinyPic

Imagens como esta mostram como God of War 2 conseguiu espantar o mundo, sem sequer mencionar os gigantescos bosses e a complexidade dos cenários. Mas agora, nesta nova geração  de consolas, a que tem mais poder de processamento é a PS3, e visto God of War 3 ser exclusivo da mesma até agora, temos um par bem arranjado. Os produtores de GOW3 têm uma fonte de poder enorme ao seu dispor, pronta a ser usada como eles bem entenderem. E como já foi mencionado, eles até que sabem o que fazem. Pelo trailer mostrado, podemos verificar vários aspectos:

– A escala dos cenários é impressionante, assim como o detalhe nos mesmos;

– Algumas texturas ainda estão muito difusas;

– Os efeitos de luz estão deveras bons;

– Os efeitos de partículas estão bastante detalhados;

– Kratos está mais detalhado do que nunca;

– O sangue até agora está “estranho”;

– A variedade de combos é maior;

– A variedade de inimigos não é muita;

– Kratos tem novas habilidades ao seu dispor;

Apesar de alguns aspectos negativos, o trailer dá-nos uma amostra do que está para vir, com muita brutalidade e estilo á mistura. As primeiras impressões são de que o jogo está bom em A e B, mas C e D podiam ter sido mais trabalhados. O problema de tudo isto é o facto de GOW ser conhecido pela sua capacidade de rebentar com a escala de tudo e de todos, arrebatando os jogos da concorrência. Apesar de os gráficos estarem já bons, GOW por natureza tem de ser melhor, tem de ser deslumbrante. O mesmo se passa com a jogabilidade. A habilidade de correr nas paredes é interessante, e abre novos caminhos de esventrármos os nossos inimigos, mas será assim tão boa. Pelo que foi mostrado, cerca de 90% dos combos que Kratos faz já estão presentes nos seus jogos anteriores, o que nos faz interrogar se se pode mesmo falar de inovações significativas a esse nível.

É da maior importância mencionar que este artigo é meramente uma opinião de um jogador de todos os jogos da série God of War, e que não deseja por em causa a qualidade final do jogo, visto esta versão certamente não corresponder ao produto final. Existem casos como o de Killzone 2 e Metal Gear Solid 4, em que a comparação entre o primeiro trailer lançado com imagens “in-game” e o trailer da versão final apresentam diferenças enormes e significativas. A única coisa que se pode esperar é que God of War 3 seja um desses casos, para que assim possa reinar sobre esta geração de jogos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

CommentLuv badge