Jogadora diz que a Microsoft a baniu por ser lésbica

null

Quem utiliza o serviço Live da Xbox, sabe perfeitamente que ele é dominado por adolescentes. No entanto uma utilizadora, de nome Teresa, diz que foi banida pela Microsoft por ser declaradamente lésbica e supostamente ofender aqueles que andavam “atrás” dela.

Ao que parece, este não é o primeiro caso. O site Kotaku relata que a Microsoft defende as suas acções com os objetos de carácter sexual, mas há uma grande diferença entre sexo e orientação sexual, certo?, especialmente num serviço que incentiva as pessoas a falarem sobre si, seja pelos seus perfis, estatuto ou avatar.

Voltando ao caso em si, esta utilizadora foi banida por referir no seu perfil público que era lésbica, de acordo com uma carta para o The Consumerism.

A Microsoft já havia emitido proibições a utilizadores que expressaram as suas preferências sexuais em Gamertags, mas este é primeiro caso, conhecido, de expulsão devido ao seu perfil público.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

CommentLuv badge