Mais novidades de Final Fantasy XIII

null

A revista japonesa Dengeki fez uma grande entrevista, com Tetsuya Nomura, yoshinori Kitase e Motomu Toriyama, todos eles pertencentes à Square Enix, revelando mais alguns detalhes de Final Fantasy XIII, a ser lançado para a PlayStation 3 e Xbox 360.

Os produtores falaram sobre vários aspectos do desenvolvimento do jogo, assim como da demo que estão a preparar para a PlayStation 3. Aparentemente esta demo vai incluir alguns aspectos que estarão presentes no jogo final e outros que não farão parte. Um dos aspectos que marcará presença nas duas versões será a música (excepto a música quando se vence os combates que será a habitual da saga); já a dificuldade do jogo será mais baixa do que a da versão final.

Segundo os produtores, esta demo vai apenas “puxar” 50% do poder da consola, ao passo que a versão final irá “puxar” 100%. Existem ainda outros aspectos da demo que serão provisórios, como as poses de vitória nos combates e o próprio sistema de combate, que não se verá completamente na versão demo.

A razão pela qual a demo irá ter estas “limitações”, deve-se ao facto desta versão ser a mesma apresentada na E3, no ano passado. Desde essa altura o jogo já sofreu várias mudanças e melhorias. A demo trará o ínicio da aventura, pelo que se verá muito pouco da história e dos sistemas da versão final.

O sistema de combate é algo que tem sido mantido em segredo, dentro da equipa, mas os produtores disseram que este sistema não virá integrado no jogo, como aconteceu com Final Fantasy XII, embora a transição entre exploração e combate seja praticamente imperceptível. Os elementos de acção estarão presentes no sistema, podendo desencadear uma série de ataques que farão cada vez mais dano ao inimigo, até chegar a um “break” que permita acabar com os inimigos rapidamente.

As características dos inimigos vão influenciar os ataques dos jogadores, quer com golpes normais ou com especiais, uma vez que será mais díficil derrotá-los se forem maiores e tiverem mais peso. As combinações dos golpes vão ser muito importantes, pricipalmente se defrontar-mos os “bosses”. No fim de cada combate seremos pontuados com estrelas, pela nossa forma de jogar. Porém não foi mencionado se vão servir para aceder a itens ou para desenvolver mais as personagens.

No que respeita à tecnologia usada no jogo, os intrevistados disseram já ter havido discussões sobre se o jogo caberá num Blu-Ray, de uma camada, ou se teráo de utilizar um de dupla camada, mas parece que o tamanho do jogo não será problema. O grande desafio deste novo Final Fantasy, em comparação com os títulos anteriores, será, segundo eles, os gráficos.

Yoshinori Kitase disse também que está impressionado com as texturas do jogo, e que os efeitos estão a ser trabalhados, como por exemplo, estão a tentar que as magias das personagens tenham algum impacto nos cenários, onde um feitiço de gelo deixará enregelado o terreno da batalha.

O jogo também terá, tanto nos cenários como nos combates, efeitos luminosos em tempo real, algo que está a ser muito dificil de fazer, segundo eles.

Os produtores reconheceram ainda que as limitações de memória da PlayStation 3 são um problema, mas haverão muitas sequências da história geradas em tempo real, enquanto que outras serão pré-renderizadas. Dizem ainda que vai ser difícil distinguir umas das outras, devido à grande qualidade gráfica do jogo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

CommentLuv badge