Mais detalhes de Call of Duty: Modern Wafare 2

null

Depois de ontem vos ter falado sobre os primeiros detalhes de Call of Duty: Modern Wafare 2, hoje venho-vos falar mais um pouco sobre o jogo, mais precisamente sobre a história, cenários e jogabilidade do jogo.

Como já é conhecido, o jogo vai ser lançado mais para o final deste ano e vai-nos transportar para um cenário de guerra actual. Um novo trailer deve ser apresentado dentro de poucos dias, que nos mastrará mais um pouco da jogabilidade do jogo.

Vamos agora ás novidades. Relativamente à história do jogo, esta vai dar continuidade ao que se passou no primeiro jogo. A nossa personagem será totalmente nova, mas o nosso capitão continuará a ser o “Soap” MacTavish, membro do grupo 141, que nos dará conselhos e nos guiará em algumas missões.

O enredo será em volta da instabilidade política na Rússia, que terá de fazer frente ao líder terrorista Marakov, grande amigo de Zakhaev, e que se vai tentar aproveitar desta instabilidade para “deitar a mão” ao arsenal nuclear da Rússia. Segundo a Activiosn, a história será mais madura e integrada do que a do primeiro jogo. A duração do modo a solo deverá rondar as 10 horas.

Já nos cenários, para além das visitas às montanhas geladas da Rússia, haverão também missões a cumprir no deserto Afegão, na cidade do Rio de Janeiro e em outras partes da Rússia.
Tal como já vos disse ontem, os cenários serão mais abertos e de um tamanho muito mais extenso, fazendo uso de uma nova tecnologia de streaming mais eficiente. Os inimigos vão aparecer de uma forma mais organizada e cuidada. Uma vez que os cenários serão mais abertos, o jogador vai ter mais caminhos para escolher, situações mais variadas e logo mais objectos destruíveis.

Agora sobre a jogabilidade, sabe-se que teremos à nossa disposição armas personalizáveis, á semelhança do modo multiplayer de Modern Warfare, e também poderemos montar pequenas torres com metrelhadoras automáticas que vão disparar contra os nossos inimigos.

Até ao momento ainda não se sabe nada do modo multiplayer, no entanto rumores dizem que não haverá campanha cooperativa, mas sim um modo cooperativo intitulado de Special Forces Mode.

Por agora é tudo o que se sabe sobre o jogo, mas provavelmente no próximo dia 24 de Maio deverão ser reveladas mais novidades.

Pro Evolution Soccer 2009 – Antevisão

null

Nunca antes a luta pelos relvados virtuais esteve tão acesa. Ora é nas conversas de fóruns, comentários a imagens, vídeos ou mesmo no café, onde os “FIFArrões” e “PESeiros” tentam lutar entre si, avançando argumentos e factos, acerca de qual será o melhor este ano. Mas uma coisa é certa, apenas se saberá o vencedor após o lançamento, verificando o número de vendas, e o sucesso dos modos online de ambos.
Por incrível que isto pareça ser, o voltar ao passado nunca foi tão bem recebido na comunidade. Se por um lado inovação, realismo das imagens, sistema sonoro real e envolvente é a meta em muitos jogos, no PES, tudo o que os fãs querem é jogabilidade. Sim, jogabilidade como antigamente. Sabendo disto, a Konami tentou neste novo jogo trazer de volta essa característica, fazendo com que os fãs sentissem o seu PES de volta.

PES sempre lutou contra a dificuldade de obter – e principalmente de manter – as licenças oficiais do seu lado, perdendo a cada ano mais e mais. Este ano não é excepção, e em forma de comparação rápida, olhar para as licenças de FIFA 09 e PES 09, é uma comparação tremendamente ingrata de se fazer. Como ponto alto temos a licença da Champions League, apresentada esta semana. Este modo de jogo permite assim termos todas as equipas representadas licenciadas, com os equipamentos, jogadores, e patrocínios, trazendo sempre aquela pitada de realismo.
Mas não teremos apenas este modo. Teremos a tradicional Master League e um novo modo que traz um pouco ao PES a tendência do mercado de videojogos, a de transformar cada um de nós em estrelas. Ora, este novo modo será o Rumo ao Estrelato, onde encarnamos um jogador jovem, que tem que lutar pela busca da fama e glória. Começando desde pequenos clubes, até tentarmos atingir o ponto alto da carreira e jogar nos melhor clubes mundiais, e porque não sermos o melhor jogador do mundo?
Algo de incompreensível neste modo de jogo são as opções de posição que nos são permitidas, apenas médios e avançados. Mas não ficamos por aqui, uma vez que as camaras diponíveis também são algo limitadas. Podemos escolher camera fixa, onde apenas vemos o nosso jogador, e se a bola sair do ecrã deixamos de ver os acontecimentos. Outra camera é a de seguir a bola, mas neste caso perguntámos, e o dito jogo sem bola? As marcações, a colocação no terreno? Julgamos que estas escolhas por parte da Konami, poderão deitar por terra um modo de jogo, que poderia tentar competir de perto com o FIFA.

Falando agora sobre os graficos, temos uma pequena desilusão. Não que seja algo mau, mas estamos mal habituados com aos gráficos do FIFA, que sempre foram bem melhores que os do PES, e que na minha opinião se a Konami investisse mas um pouco nisso deitaria por terra todos os argumentos do FIFA. Voltando ao PES, existe sempre algumas lacunas como os típicos adeptos em “folha”, com horríveis texturas e os estádios com pouca vida e detalhe. No relvado também se nota uma falta de detalhe e a falta de qualidade, mais vísivel durante as cameras próximas, como nos livres. A única coisa que escapa são os modelos dos jogadores, ainda mais credíveis e detalhados, bem como as animações, que são agora mais ricas, reais e em confrontos directos mais duros e violentos.

null

Algo que mereceu duras críticas na edição passada do PES, eram as cosntantes quebras no jogo, quando o ecrã era mais povoado e na repetições. Este novo PES está refinado, mais fluido, e mais real que nunca. O vício de jogar PES está de volta, e como foi dito no princípio, como é bom voltar ao passado.
Para além da jogabilidade, este novo PES está mais difícil, mais duro, mais táctico e a IA está mais dinâmica e surpreendente. Um factor surpreendente foi a questão do cansaço dos jogadores. Nunca um jogo de futebol pareceu tão real neste aspecto, pois conforme o jogo vai avançando, é perfeitamente notória a falta de forças dos jogadores, principalmente aqueles que mais usamos, sendo quase intuitiva a necessidade da sua substituição.

Deixando de fora os pontos negativos, espera-se um PES à maneira antiga, com os seus pontos bons e fracos. O seu sucesso em tudo dependerá dos modos online, bem como se o regresso da jogabilidade “à PES” como muitos apelidam, chegar para convencer os mais cépticos.

Resident Evil 5 – vídeo e detalhes

Finalmente já se mostrou um pouco de in-game de Resident Evil 5. O vídeo foi lançado para a web a partir GameVideos (os sortudos que experimentaram o jogo), e neste vídeo mostra-se um pouco de in-game, fala-se um pouco das personagens e da sua utilização, entre outras coisas. Basicamente o vídeo volta a dar-nos a vontade de começar a disparar contra humanos infectados 🙂

Enjoy,

PS: o vídeo está em japonês. No momento que encontrar traduzido irei por aqui 😉

Dragon Ball Z: Burst Limit – vídeos

Nenhuma plataforma estaria completa sem ter o seu proprio jogo de Dragon Ball Z. Há pouco tempo fora anunciado Dragon Ball Z: Burst Limit. Apesar de na altura ter havido pouca informação, apenas a confirmação de que iria ser para a PS3 e veio-se mais tarde a saber que também iria baptizar a Xbox 360.

Uma equipa sortuda da IGN teve a oportunidade de ser dos primeiros a finalmente experimentar DBZ:BL. Durante os dois vídeos é nos fornecida imensa informação, e podemos finalmente ver como será realmente o gameplay do jogo.

Dá vontade comprar uma PS3 e uma Xbox 360 não dá…?

100 horas de jogo em GTA IV

Conhecida por subir a fasquia de capitulo em capitulo, a Rockstar não se esqueceu de fazer o mesmo com o 4º capitulo da conhecida série Grand Theft Auto, o primeiro para consolas de nova geração. Desta vez a Rockstar esmerou-se e confirma que oferecerá-nos 100 horas de jogo em single player!

Durante uma pequena entrevista entre a Rockstar e a Videogamer:

“Se não estiveres com pressa e atenderes o telemóvel quando ele toca, levar-te-á cerca de 100 horas para completar [GTAIV]. É mais difícil distinguir entre missões principais e missões secundárias – há muitas de ambas. Mas existem mais missões principais que secundárias. Não será é tão claro como costumava ser por causa do telemóvel.”

Porta voz da Rockstar, in PTGamers

Produzido pela Rockstar North para PlayStation 3 e Xbox 360, Grand Theft Auto IV está agendado para todas as zonas a 29 de Abril deste ano.

Street Fighter 4 [Vídeos]

O fãs incondicionais de Street Fighter estão impacientes com o lançamento do 4º capitulo da série. Mas, infelizmente, terão de esperar. Aqui estão dois vídeos que mostram as primeiras imagens de uma luta entre Ryu vs Ken. Os vídeos são da 1up.com, em que o 2º vídeo é a entrevista completa.
Enjoy 🙂

Devil May Cry 4 Pacote PS3

Sony Computer Entertainment Japan (SCEJ) anunciou um novo pacote para iniciados para a PS3. Este novo pacote chamar-se-a “PLAYSTATION 3 Devil May Cry 4 Premium BD Pack.” e será lançado no Japão no ultimo dia da Janeiro, sendo uma edição limitada, custando 47.800 yen (cerca de 295,258€) e estará disponível em “Clear Black” e “Ceramic White”Incluido no Pacote:

  • – PLAYSTATION®3 (PS3) 40GB model (CECHH00 Series)
  • – Devil May Cry 4
  • – Devil May Cry 4 Premium BD (60 minute movie)
  • – SIXAXIS Wireless Controller
  • – AC power cord x 1
  • – AV cable x 1
  • – USB cable x 1

O “Devil May Cry Premium BD” (filme de 60 min.) é um Blu-ray Disc (BD) que contem 60 minutos de um filme de alta qualidade sobre o Devil May Cry.

Pena este pacote não ser vendido cá, pois os fãs da série que ainda não tinham uma PS3  iriam correr para compra-la

Pro Evolution Soccer 2008: Análise

Desde os tempos do Internacional SuperStar Soccer Deluxe, da Super Nintendo, a Konami é vista pelos jogadores como a principal referência quando se trata de jogos com um tema futebolístico. Com características como a jogabilidade, gráficos, o som e opções muito bem conseguidas, a Konami tem feito grandes obras para os jogadores amantes do “football”. Haja quem prefira a principal concorrente da série, Fifa Soccer da Ea Sports, mas em geral os jogadores preferem os títulos da Konami.

A evolução do jogo, que na PlayStation ganhou uma nova alcunha (Winning Eleven), foi lenta, mas sempre constante. Com novos títulos praticamente todos os anos, a jogabilidade melhorava e os gráficos ganhavam pequenos retoques. Na PlayStation 2 a história repetiu-se. Agora a Konami foi além, lançando o primeiro jogo da série para as consolas de próxima geração (PS3 e Xbox360) chamado Pro Evolution Soccer 2008, que fora também foi lançado para PC.

Mundo Novo

Há tempos que um título da série não trazia tantas novidade em tantas áreas distintas. Pode-se dizer que este é o mais revolucionário da série, devido à grandeza das mudanças. Mas infelizmente, como qualquer jogo, há prós e contras. Em relação ao título anterior os gráficos melhoraram bastante, no entanto a jogabilidade mudou, mas para o pior.

Continue reading “Pro Evolution Soccer 2008: Análise”

Devil May Cry 4- Vídeo

Como o título indica, este será o 4 capítulo da série extremamente famosa Devil May Cry. Espera-se que haja ainda mais acção frenética de cortar demónios ao meio, um soundtrack de heavy-metal de arrebentar ouvidos e ambientes góticos arrepiantes. O jogo não promete revolucionar mas sim aperfeiçoar a fórmula, aprovada pelos fãs.

Aqui está um vídeo a demonstrar o “gameplay” do jogo. Pode se que o jogo ainda está muito semelhante ao capitulo anterior mas verifica-se uma técnica de luta mais desenvolvida e profunda.