Versão Wii de Modern Warfare 3 vem da Treyarch

null

Tal como era esperado, foi hoje confirmado que a versão para a Nintendo Wii, de Call of Duty: Modern Warfare 3, está a ser produzida pela Treyarch.

Esta não é uma experiência nova para este estúdio já que anteriormente a Treyarch havia produzido Modern Warfare Reflex e Call of Duty: Black Ops na Wii.

A Wii cresceu muito como uma plataforma. A Treyarch provou que podes ter uma experiência fantástica na Wii com Call of Duty. Serão eles os responsáveis por isso em Modern Warfare 3.

Robert Bowling, Infinity Ward.

Call of Duty: Modern Warfare 3 chega ao mercado no dia 8 de Novembro de 2011 para PC, PlayStation 3, Xbox 360 e Wii.

Call of Duty: Black Ops

null

Como sabem, os últimos jogos da série Call of Duty não têm trazido consigo as ferramentas necessárias para os adeptos do modding. Mas venho hoje dizer a estes algo que certamente os vai alegrar.

Num comentário feito pela Treyarch no Twitter, esta vem dizer que está programado para Maio o lançamento de mods para o Black Ops.

Estas ferramentas serão com certeza exclusivas para o PC, plataforma onde existe o maior número de criações no mundo dos videojogos.

Embora não tenho sida especificada uma data, novidades estarão para breve.

2011 trará novo Call of Duty

null

A poucos dias do lançamento de Call of Duty: Black Ops, a Activision veio confirmar oficialmente a sua intenção de lançar um novo jogo da série Call of Duty no próximo ano. Apenas se sabe que será um jogo dentro do género a que nos tem habituado.

Incógnito é ainda também o nome do estúdio que ficará encarregue de desenvolver o novo jogo, podendo variar entre a Infinity Ward, a Treyarch ou a Sledgehammer.

Thomas Tipple, director de operações, veio dizer que “O Call of Duty do próximo ano será um jogo de acção na primeira pessoa”, podendo isto significar um atraso no lançamento do jogo.

Como já se havia falado este poderá vir a ser um Modern Warfare 3, ficando a cargo da Infinity Ward. Existe ainda a opção da Sledgehammer estrear-se na série Call of Duty, significando assim uma mudança nos planos da produtora, ou então ter dois projectos em simultâneo. Uma vez que a Activision tem por habito uma rotatividade de estúdios, a Treyarch provavelmente ficará de fora.

Agora vamos esperar até que mais informações surjam.

Segunda Guerra Mundial fora dos planos da Treyarch

null

Durante a Gamescom a Treyarch deu uma entrevista à Spong, na qual referiu que, para já, não existem planos para voltar à 2ª Guerra Mundial.

Não penso que vamos voltar, fizemos muito na Segunda Guerra Mundial.

Não digo que o género esteja acabado. Seria importante, se tivesse que haver outro jogo a decorrer na Segunda Guerra Mundial, que fosse algo novo e fresco. Continuas a ter que seguir esse código e fazer algo que os jogadores não viram antes.

Portanto, World at War foi um exemplo disso. Levámos os jogadores pela primeira vez ao Pacífico Sul para enfrentar o exército imperial Japonês. Foi um jogo diferente dos outros shooters na Segunda Guerra Mundial da série. Por isso, desde que existam novas experiências as pessoas vão querer jogar.

Josh Olin, gestor da comunidade na Treyarch

O novo projecto da Treyarch dá pelo nome de Call of Duty: Black Ops, e que vai passar na Guerra Fria.

Call of Duty: Black Ops terá vários modos cooperativos

null

Na semana passada, Mark Lamia, responsável máximo pelos estúdios da Treyarch, veio dizer que Call of Duty: Black Ops seria um 3 em 1, já que iria incluir a campanha normal em singleplayer, modo cooperativo para quatro jogadores em ecrã dividido e ainda o modo para vários jogadores. Hoje o mesmo vem dizer que o jogo irá contar com vários modos cooperativos.

O modo cooperativo é para quando quiseres ter uma explosão com os teus amigos, sentados no sofá, e a ter uma fantástica experiência cooperativa.

Mark Lamia

Lamia acrescenta ainda que estão a ser desenvolvidos vários modos de jogo únicos para o modo cooperativo, diferente daquilos que esperamos.

Call of Duty: Black Ops chega ao mercado no próximo dia 9 de Novembro para PC, PlayStation 3 e Xbox 360.

2010 com novo Call of Duty

Modern Warfare 2 ainda nem sequer chegou às prateleiras e a Activision já confirmou mais um Call of Duty para o próximo ano. Esta confirmação não será, certamente, surpresa para ninguém e mostra que o nome Call of Duty continua a ter o seu valor.

Em 2010 iremos lançar jogos fortes e inovadores. O nosso catálogo de jogo irá incluir jogos das nossas franquias vencedoras, como Call of Duty, Guitar Hero, Shrek e Spider-Man.

Mike Griffith

No que toca ao desenvolvimento do novo Call of Duty ainda não sabemos qual será o estúdio encarregue disso, mas se tivermos em conta os últimos anos, tudo aponta para que seja a Treyarch. Temos ainda rumores a circular que apontam para que o cenário de fundo deste novo jogo seja a Guerra do Vietname.

Vamos esperar que surjam mais informações deste novo jogo.

Infinity Ward diz não a Modern Warfare 2 na Wii

null

O estúdio responsável por Call of Duty: Modern Warfare 2, a Infinity Ward, veio a público, por intermédio de Robert Bowling, colocar de parte a hipótese de uma adaptação do jogo para a Nintendo Wii. Isto tornou-se assunto depois da Treyarch ter feito a adaptação do primeiro Modern Warfare para mesma consola, apesar de esta adaptação vir com dois anos de atraso.

Se sentíssemos que se podia oferecer a experiência cinematográfica que estamos a conseguir nas outras plataformas, então garantidamente apostávamos também nessa plataforma.

Neste momento, não acreditamos que a Wii possa oferecer a mesma experiência que estamos a criar. Gostamos de ser muito equilibrados entre todas as plataformas, e se não for igual então não fazemos.

Robert Bowling

Contudo convém referir que a Activision pode escolher outro estúdio para fazer esta adaptação, à semelhança do que já fez com o primeiro Modern Warfare.

Modern Warfare chega à Wii

null

A Activision confirmou que Call of Duty: Modern Warfare vai chegar à Nintendo Wii no próximo dia 10 de Novembro.

A adaptação do jogo para esta consola está a cargo da Treyarch, que já desenvolveram jogos como Call of Duty 3 e World at War. A data de lançamento deste novo jogo coincide precisamente com o lançamento da sequela do mesmo, desenvolvida pela Infinity Ward, para PC, PlayStation 3 e Xbox 360, tal como uma versão especifica para a Nintendo DS.

Não foram divulgados mais detalhes deste jogo, logo não sabemos que tipo de mudanças, ou extras, vai ser feitos neste versão Wii.

Call of Duty 7?

null

Depois de anunciado Modern Warfare 2, começam agora a aparecer rumores sobre o seguinte Call of Duty, e parece que este se vai passar na guerra do Vietname.

Estes rumores tiveram origem no site ThatVideoGameBlog, com este a dizer que uma fonte segura lhes adiantou que a Activision está a tentar assegurar as licenças para a banda sonora de Call of Duty 7 e que procuram músicas dos anos 60/70, altura em que se deu a Guerra do Vietname. Além disto a produtora procura ainda músicas cubanas, africanas e da União Soviética.

Ao que parece o produtor de Call of Duty: World at War, Noah Heller, vai estar presente neste projecto, sendo novamente a Treyarch a responsável pelo desenvolvimento do jogo.

Heller comentou, no ano passado, que a Segunda Guerra Mundial já estava mais que explorada.

Estamos a mostrar as últimas batalhas no Pacífico e no território Europeu pelo que a guerra está prestes a terminar. tenho a certeza que as companhias de videojogos vão continuar a fazer jogos baseados na Segunda Guerra Mundial ainda por muito tempo porque é uma guerra muito clássica. Mas nós estamos satisfeitos por dar um descanso a essa guerra.

Vamos esperar que a Activision anuncie oficialmente o Call of Duty 7 e os primeiros detalhes do jogo.

A série Call of Duty ultrapassa as 35 milhões de cópias vendidas

null

A série Call of Duty é sem a menor dúvida, actualmente, uma das mais reconhecidas e sólidas do género FPS. Esta série começou em 2003 por uma empresa “desconhecida”, a Infinity Ward, mas o seu staff era composto pela empresa 2015, produtota de Medal of Honor: Allied Assault.

Cinco anos mais tarde, já com cinco sequelas e adaptações e spin offs, a série Call of Duty conseguiu passar a fantástica marca de 35 milhões de cópias vendidas. Para a Activision está é uma produção tão importante que duas empresas vão alternando na produção de cada episódio anual: a criadora original Infinity Ward e a Treyarch, que viu o seu World at War lançado há algumas semanas. Por curiosidade, só Modern Warfare vendeu 10 milhões de cópias.

Call of Duty é um grande caso de qualidade e sucesso.