Policia Alemã quer acabar com os jogos violentos

null

O recente massacre ocorrido na Alemanha causou transtorno nos políticos e funcionários daquele país, levando-os a voltarem-se para os jogos, como um “bode” espiatório. Tudo isto deve-se ao facto de o “protagonista” do massacre ser um fã de Counter-Strike e de ter jogado Far Cry 2 na noite anterior ao sucedido.

No ínicio um grande varejista decidiu largar os jogos totalmente e posteriormente o Ministro dos Assuntos Sociais sugere uma restrição apenas aos jogos viciantes, como por exemplo World of Warcraft, para adultos apenas.

Mesmo com uma reacção desfavorável por parte de jogadores e desenvolvedores, o chefe da polícia nacional Alemã também já se pronunciou acerca dos jogos violentos, dizendo o seguinte:

O mundo não seria pior se não houvesse mais killergames.

Na minha opinião, penso que o facto deste rapaz ser fã de jogos violentos, não quer dizer que esta seja uma consequência inevitável. Eu próprio gosto deste tipo de jogos e não ando “por aí” aos tiros.

One thought on “Policia Alemã quer acabar com os jogos violentos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

CommentLuv badge